Associação Brasileira de Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia

Influência da gestação e do parto na localização da zona de transformação atípica colposcópica

Focchi, J. I nfluência da gestação e do parto na localização da zona de transformação atípica colposcópica. São Paulo, 1983. Dissertação (mestrado)– Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo.

Conclusões:

1. Há diferença estatisticamente significante entre as proporções da localização da Zona de Transformação Atípica de acordo com o passado obstétrico.

2. Há diferença estatisticamente significante entre as proporções da localização da Zona de Transformação Atípica no lábio anterior e o passado obstétrico com nuligestas e com abortamento e/ou cesárea e/ou parto por via vaginal, sendo nas nuligestas.

3. Há diferença estatisticamente significante entre as proporções da localização da Zona de Transformação Atípica no lábio anterior e posterior, concomitantemente, e o passado obstétrico como nuligestas e com abortamento e/ou cesárea e/ou parto por via vaginal, sendo maior nas nuligestas.

4. Há diferença estatisticamente significante entre a localização da Zona de Transformação Atípica no lábio posterior, e o passado obstétrico como nuligestas e com abortamento e/ou cesárea e/ou parto por via vaginal.

5. Há diferença estatisticamente significante entre a localização da Zona de Transformação Atípica no e o passado obstétrico como abortamento e/ou cesárea e/ou parto por via vaginal com ou sem abortamento e/ou cesárea.